terça-feira, 26 de outubro de 2010

Tipologia dos Conteúdos – Antoni Zabala

Texto 06

A APRENDIZAGEM DOS CONTEÚDOS FACTUAIS
  • Por conteúdos factuais se entende o conhecimento de fatos, acontecimentos, situações, dados e fenômenos concretos e singulares: a idade de uma pessoa, a conquista de um território, a localização ou a altura de uma montanha, os nomes, os códigos, os axiomas, um fato determinado num determinado momento etc.
  • Na maioria destes conteúdos, a reprodução se produz de forma literal; portanto, a compreensão não é necessária já que muitas vezes tem um caráter arbitrário.
  • Este tipo de conhecimento se aprende basicamente mediante atividades de cópia mais ou menos literais, a fim de ser integrado nas estruturas de conhecimento, na memória.
A APRENDIZAGEM DOS CONCEITOS E PRINCÍPIOS    
  • Os conceitos e os princípios são termos abstratos. Os conceitos se referem ao conjunto de fatos, objetos ou símbolos que têm características comuns, e os princípios se referem às mudanças que produzem num fato, objeto ou situação em relação a outros fatos, objetos ou situações e que normalmente descrevem relações de causa-efeito ou de correlação. São exemplos de conceitos: mamífero, densidade, impressionismo, função, sujeito, romantismo, demografia, nepotismo, cidade, potência, concerto, cambalhota, etc. São princípios as leis ou regras como a de Arquimedes, as que relacionam demografia e território, as normas ou regras de uma corrente arquitetônica ou literária, as conexões que se estabelecem entre diferentes axiomas matemáticos, etc.
  • Saberemos que faz parte do conhecimento do aluno não apenas quando este é capaz de repetir sua definição, mas quando sabe utilizá-lo para a interpretação, compreensão ou exposição de um fenômeno ou situação; quando é capaz de situar os fatos, objetos ou situações concretos naquele conceito que os inclui.
  • A aprendizagem de conceitos ou princípios devem ser o mais significativas possível, provocando um verdadeiro processo de elaboração e construção pessoal do conceito.
  • Atividades experimentais que favoreçam que os novos conteúdos de aprendizagem se relacionem substantivamente com os conhecimentos prévios; atividades que promovam uma forte atividade mental que favoreça estas relações; atividades que outorguem significado e funcionalidade aos novos conceitos e princípios; atividades que suponham um desafio ajustado às possibilidades reais etc.
A APRENDIZAGEM DOS CONTEÚDOS PROCEDIMENTAIS
  • Um conteúdo procedimental é um conjunto de ações ordenadas e com um fim, quer dizer, dirigidas para a realização de um objetivo. São conteúdos procedimentais: ler, desenhar, observar, calcular, classificar, traduzir, recortar, saltar, inferir, espetar, etc. Conteúdos que, como podemos ver, apesar de terem como denominador comum o fato de serem ações ou conjunto de ações, são suficientemente diferentes para que a aprendizagem de cada um deles tenha características bem específicas.
  • A realização de ações que formam os procedimentos é uma condição sine qua non para a aprendizagem.
  • A exercitação múltipla é o elemento imprescindível para o domínio competente.
  • A reflexão sobre a própria atividade permite que se tome consciência da atuação.
  • A aplicação em contextos diferenciados.
A APRENDIZAGEM DOS CONTEÚDOS ATITUDINAIS
  • O termo conteúdos atitudinais engloba valores, normas, atitudes.
  • Valores: são os princípios ou as idéias éticas que permitem às pessoas emitir um juízo sobre as condutas e seus sentidos. EX:  a solidariedade, o respeito aos outros, a responsabilidade etc. Consideramos que se adquiriu um valor quando este foi interiorizado e foram elaborados critérios para tomar posição frente àquilo que deve se considerar positivo ou negativo, critérios morais que regem a atuação e a avaliação de si mesmo e dos outros. Valor que terá um maior ou menor suporte reflexivo, mas cuja peça-chave é o componente cognitivo.
  • Atitudes são tendências ou predisposições relativamente estáveis das pessoas para atuar de certa maneira. São a forma como cada pessoa realiza sua conduta de acordo com valores determinados. EX: cooperar com o grupo, ajudar os colegas, respeitar o meio ambiente, participar das tarefas escolares etc. Aprendeu-se uma atitude quando a pessoa pensa, sente e atua de uma forma mais ou menos constante frente ao objeto concreto a quem dirige essa atitude.
  • Normas são padrões ou regras de comportamento que devemos seguir em determinadas situações que obrigam a todos os membros de um grupo social. EX: normas de trânsito, padrões sociais de comportamento etc. Podemos dizer que se aprendeu uma norma em diferentes graus: num primeiro grau, quando se trata de uma simples aceitação, embora não se entenda a necessidade de cumpri-la (além da necessidade de evitar uma sanção); em segundo grau, quando existe uma conformidade que implica certa reflexão sobre o que significa a norma e que pode ser voluntária ou forçada; e em último grau, quando se interiorizaram as normas e se aceitam como regras básicas de funcionamento da coletividade que regem.
  • A aprendizagem dos conteúdos atitudinais supõe um conhecimento e uma reflexão sobre os possíveis modelos, uma análise e uma avaliação das normas, uma apropriação e elaboração do conteúdo, que implica a análise dos fatores positivos e negativos, uma tomada de posição, um envolvimento afetivo e uma revisão e avaliação da própria atuação. 



Ressaltando...

Como conteúdos factuais, entende-se o conhecimento de fatos, acontecimentos, situações, dados, nomes e códigos. Sua singularidade e seu caráter, descritivo e concreto, são um traço definidor. Lembremos da toponímia na área da geografia, as datas e nomes da história, os autores da literatura, os códigos das áreas de língua, matemática, física e química, as classificações da biologia, o vocabulário da língua estrangeira, etc.

Os conteúdos conceituais são mais abstratos. Os conceitos se referem ao conjunto de fatos, objetos ou símbolos que têm características comuns. Os princípios, categoria incluída nos conteúdos conceituais, se referem às mudanças que se produzem num fato, objeto ou situação em relação a outros fatos, objetos e situações e que normalmente descrevem relações de causa-efeito ou de correlação. São exemplos de conceitos: mamífero, densidade, impressionismo, função, sujeitos, romantismo, demografia, nepotismo, cidade, potência, revolução e capitalismo.Todos estes conhecimentos têm uma coisa em comum: demandam “compreensão”. Não podemos dizer que se aprendeu um conceito ou princípio se não se entendeu o significado. Saberemos que faz parte do conhecimento do aluno não apenas quando este é capaz de repetir sua definição, mas quando sabe utiliza-lo para a interpretação, compreensão ou exposição de um fenômeno ou situação.

Os conteúdos procedimentais são as regras, as técnicas, os métodos, as destrezas ou habilidades, as estratégias. É um conjunto de ações ordenadas e com um fim, quer dizer, dirigidas para a realização de um objetivo. São conteúdos procedimentais: ler, desenhar, observar, calcular, classificar, traduzir, inferir, saltar, espetar, etc. São condições indispensáveis para qualquer outro aprendizado e demandam a exercitação, pois se aprende a fazer, fazendo.

Os conteúdos atitudinais, que podemos agrupar em valores, atitudes e normas. Particulares de cada instituição, em função da percepção de seu papel na sociedade, representam um conjunto de valores partilhados pela coletividade, indicam o que se pode ou não fazer na mesma, direcionam para a percepção da vida no espaço público, na troca e compartilhamento com os outros. Dentro destes conteúdos podemos exemplificar a cooperação, solidariedade, respeito, socialização, integração, justiça, ética e o envolvimento para a construção do novo. Estes conteúdos estão impregnados em cada aprendizado, em cada relação afetiva e de convivência no espaço escolar, e não podem ser ignorados.

2 comentários:

  1. Esta síntese nem era necessária, porém você faz um ótimo resgate da tipologia :)

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir